segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Curso sobre Método Teacch à distância.

Curso à distância sobre o método TEACCH, que é muito utilizado em autistas que não verbalizam.


O método consiste basicamente em aprendizagem em forma de figuras, como eles tem essa dificuldade de comunicação, as figuras os ajudam a se organizarem, ou seja, visualizam as tarefas e 
executam de forma que conseguem entender o que foi pedido.





A rede UNIAPAE estará oferecendo um curso de 40 horas sobre o TEACCH.

As professoras somos eu e a Adriana Bueno.

As tutoras são a Andréia L C (aqui das listas) e as profissionais da minha equipe: a Juliana C (coordenadora pedagógica do CEDAP), Marcela de A (psicóloga) e Juliana R (fonoaudióloga).
O curso é a distância com todo apoio das ferramentas que estes cursos exigem!

Veja a programação deste e de outros cursos:

Site para inscrição:


http://cursos.uniapae.org.br/cursonovo/product.php?id_product=34






TEACCH - Pequeno Histórico




Meados anos 60 - no Depto de Psiquiatria da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill -  crianças com autismo (ou na  época psicose infantil)  - base psicodinâmica 1972 – Eric Schopler – psicólogo – distúrbio de desenvolvimento – terapias baseadas em programas educacionais  - A sigla Teacch é marca pertencente ao estado da Carolina do Norte Atendimento gratuito – serviços, treinamento e pesquisa.

Conceitos Básicos



Teacch é  um conceito, uma abordagem 

  • Conhecimento do Autismo
  • Técnicas empíricas – pesquisas experimentais
  • Decisões baseadas na avaliação da criança
  • Individualização
  • Orientação para a independência
  • Pais como co-terapeutas






MÉTODO TEACCH
(Treatment and Education of Autistic and related Communication-handicapped Children)

Objetivo: aumentar o funcionamento independente.
Valoriza o aprendizado estruturado (principalmente no início do tratamento). Dá importância à rotina e a informação visual.

É NECESSÁRIO ORGANIZAR E SIMPLIFICAR O AMBIENTE, APRESENTANDO  MENOS ESTÍMULOS SENSORIAIS CONCOMITANTES. ISTO FACILITA A CRIANÇA A FOCAR A ATENÇÃO NOS DETALHES RELEVANTES


UTILIZAÇÃO DE  MATERIAL COM INFORMAÇÃO VISUAL
A informação dada visualmente tem como objetivo amenizar as dificuldades de comunicação existentes.
A programação das atividades do dia deve ser dada visualmente.
Pode existir um quadro indicando, em seqüência, quais atividades ou tarefas a criança deve realizar.
Alguns quadros são feitos de maneira a induzir a criança a retirar o cartão com a foto ou desenho da próxima atividade e depositá-la no local onde deve ir. Por exemplo, retirar a foto da piscina do quadro e colocá-la em um lugar com o mesmo símbolo na piscina.
É claro que a utilização dos quadros requer um aprendizado. Inicialmente alguém fará cada passo com a criança, colocando os cartões em sua mão e ensinado-a a colocá-lo no local. Quando a atividade tiver acabado, a criança deve voltar ao quadro de tarefas para ver qual a próxima atividade e pegar seu respectivo cartão. Com o tempo ela poderá realizar a tarefa de maneira independente.
O fundamental é a persistência até que a criança aprenda a utilizar a informação visual.
Na maioria das vezes a utilização deste método traz tranqüilidade à criança já que possibilita melhor compreensão e comunicação.


A seguir um exemplo de como são feitos os cartões:














Fonte:


http://www.carlagikovate.com.br/index_arquivos/Page790.htm

http://www.soldeamor.com/ent_amasmetodo.htm

Figura 1 foi retirada deste blog:

http://caminhosdoautismo.blogspot.com/2010/03/metodo-teacch-modelos-de-atividades.html

Figura 2 foi retirada deste site:

http://estardeficiente.blogspot.com/2010_11_01_archive.html

0 comentários:

Postar um comentário